Desperta O Teu Potencial Divino

Capa Facebook Curso

Olá,

Hoje quero falar-te de um tema quem tem sido na verdade o meu caminho de vida, e que recentemente, deu nome ao novo curso que irei facilitar, e que inicia já a 08 de Outubro.

A intenção desta newsletter/artigo é sim para falar um pouco deste curso que vai iniciar, para levar mais alguma informação a  todos os interessad@s, mas mesmo que não estejas interessad@, ler este artigo pode inspirar-te também no teu percurso de vida, porque vou falar um pouco sobre o que é isto do “potencial divino”.

Convido-te a esta leitura. Caso este tema não te interesse, podes e deves passar em frente. 🙂

O que é isto do “Potencial Divino”?

Chamei-lhe “potencial divino”, mas podia chamar-lhe inúmeras outras coisas: propósito de vida, plano de alma, proposta de nascimento, sentido da vida, aquilo que nascemos para vir a ser, contrato sagrado, entre outras. Penso que com tantas designações é percetível perceber do que estou a falar. Existem entre estas designações algumas diferenças, mas são expressão de um mesmo simbolismo.

Acredito na Vida para além da vida que vemos como forma. Ou seja, acredito na vida para além do corpo físico e para além desta aparente “única vida” que vivemos no momento presente. Vejo o plano de alma, ou propósito de vida, como o contrato sagrado que estabelecemos, que escolhemos fazer, antes de encarnarmos nesta vida. Acredito que trazemos missões e propósitos por cumprir, que trazemos lições para aprender, encontros para celebrar, pontes para criar, experiências para superar, evoluções para concretizar, lugares onde chegar…

Na minha humilde e limitada visão, encontrar O Propósito de Vida não se resume simplesmente a encontrá-lo. O propósito de vida encontrasse em todo o processo, é o próprio caminho que trilhamos, um processo em constante movimento, que morre e renasce inúmeras vezes, é uma forma de estar, de ser e de viver. Viver o propósito de vida é vivermos alinhados com o contrato sagrado que escolhemos fazer quando encarnámos nesta vida.

Acredito que encontrar o sentido na vida do dia a dia, é realmente aquilo que nos pode motivar para a superação e para o querer viver plenamente, é o que nos permite desfrutar e estar no momento presente, é o que nos permite acreditar que tudo passará, que podemos superar os desafios e celebrar as vitórias, e que tudo isso faz parte desse plano maior que a vida desenhou para nós.

Vejo os vários acontecimentos das nossas vidas como contributos à concretização do nosso propósito. Chamemos-lhe “coisas boas ou coisas más”, tudo o que nos acontece serve um propósito maior e tem certamente um sentido especifico nas nossas vidas. As relações que estabelecemos com diversas pessoas ao longo da vida fazem também parte do nosso contrato sagrado, podemos chamar-lhes acordos de alma, acordos com outros, que nos vão ajudar a cumprir o nosso destino.

Ao longo destes anos tenho percebido também que podemos encontrar formas de nos alinharmos com esse propósito, despertar o nosso potencial, honrar os nossos dons e talentos, assumir as nossas missões e sentir um crescendo de uma vida cada vez mais plena e revestida de sentido. Percebi que podemos muitas vezes sentir que andamos em círculos, repetindo constantemente os mesmos padrões, e quando isso acontece é porque precisamos ainda integrar coisas nessa lição, e iremos continuar na roda até aprender a lição e passar ao próximo nível… Podemos aprender umas vezes mais rápido que outras, podemos potenciar os nosso processos de aprendizagem e podemos encontrar vias para vivermos uma vida cada vez mais alinhada com esse propósito em nós.

Nas minhas reflexões e vivências cheguei à conclusão que há 3 linhas que podemos trabalhar em nós e que nos podem ajudar neste caminho:

1. O trabalho com a a mente-corpo-emoções, o desenvolver a intuição, a capacidade de escutar o corpo, de nos observarmos a nós mesmos e de desenvolvermos em nós todas as ferramentas de cura que temos ao nosso dispor, vejo como fundamental ao nosso caminho. No curso chamei a esta etapa a A Ligação Primordial. 

2. Mergulhar na descoberta interna do que é o nosso propósito de vida
O que nasci para vir a ser? O que me apaixona? O que me inspira? Quais os meus dons e talentos? O que me faz irradiar? O que faz elevar o melhor em mim? 
Nesta etapa, no curso, trabalharemos com os arquétipos do nosso mapa astral, falaremos de luz e de sombra, abordaremos o tema propósito de vida mais intensamente, e teremos várias propostas que nos ajudarão a navegar sobre o reconhecimento do Contrato Sagrado que fizemos para esta vida.

3. O terceiro ponto são os relacionamentos… Não vivemos sozinhos, e na verdade, em diferentes circunstâncias todos precisamos uns dos outros para vivermos esta vida, é uma ilusão achar que não precisamos de ninguém.
Para começar precisamos dum pai e de uma mãe para nascer, precisamos de alguém que nos alimente nos primeiros anos da nossa existência, aprendemos a comunicar e a interagir porque existem outros que nos acompanham nesse processo, usamos recursos, temos coisas, vivemos experiências porque outras pessoas fazem parte dela, mesmo que não as conheçamos….
Tudo na vida são ligações, energia em movimento, trocas, partilhas, temos relações diárias com os outros, constantemente.
E existem relações que efetivamente são Acordos de Alma, acordos que estabelecemos algures no tempo com um propósito especifico. As partilhas e experiências que vivemos com os outros não são coincidências, elas são na verdade experiências necessárias que contribuem também para o cumprimento do nosso propósito.
Portanto, neste ponto vamos abordar as diversas relações que estabelecemos, procurar compreender o “para quê?” de determinadas relações e trabalhar sobre a qualidade das nossas relações, que na verdade refletem a qualidade da relação connosco mesmos.

Destino e Livre Arbítrio: O Poder da Escolha

Este é um tema que por si só dá imenso motivo de reflexão, poderia escrever vários artigos sobre isto… Não há respostas certas e não é um assunto linear. Mas vou tentar passar a minha visão de forma resumida.

Acredito que há um destino para todos nós que acaba por fazer parte do grande plano da Vida, que tem também em conta o destino da própria humanidade, e da qual fazemos parte. Acredito também que esse destino é abraçado e aceite por nós enquanto almas. O que tem de acontecer tem muita força, e aquilo que está destinado para nós não nos vai escapar.

Contudo, acredito no poder do livre arbítrio e gosto de lhe chamar o poder da escolha.  Vejo o nosso livre arbítrio operar dentro dos limites do que nos está destinado, ou seja, dentro daquilo que são as nossas limitações, enquanto condição humana, e enquanto propósito da nossa vida. Existe o poder da escolha em nós, e é esse poder que nos pode ajudar a cocriar a nossa vida e a integrar, ou não, mais rapidamente as nossas aprendizagens e processos de vida.

O poder da escolha é o nosso poder diário e momentâneo de decidir o que ser, o que fazer, como agir, como decidir, como atuar perante determinada circunstância, o que dizer, etc… Para tudo na vida é preciso escolher.

De que forma queremos escolher? Com que consciência queremos escolher? O que queremos passar a escolher?

A liberdade reside na capacidade de aceitarmos e assumirmos a responsabilidade pelo preço das nossas escolhas. E isto pode ser muito importante de reter. Até repito:

A liberdade reside na capacidade de aceitarmos e assumirmos a responsabilidade pelo preço das nossas escolhas.

Dentro das nossas limitações, a liberdade que temos é na verdade a nossa capacidade para escolher, e assumirmos a responsabilidade por essas mesmas escolhas, sabendo que cada escolha terá um preço a pagar. Porque qualquer escolha nos conduz a um determinado resultado.

E a escolha é diária, como só o momento presente existe, então a escolha de cada momento é a mais importante. Aprendermos a escolher com cada vez mais consciência de que o estamos a fazer, pode ajudar-nos a viver essa vida mais alinhada, vais vertical. Uma vida em plena ligação com a Terra e com o Céu, onde nós estamos no centro, no meio, fazendo a ligação. Aprendendo a viver cada vez mais conectados com o nosso Coração.

É essa a formula da Felicidade?

Não acredito em fórmulas para as coisas e muito menos para a felicidade. Aquilo que partilho é resultado da minha própria visão, que também é limitada à minha condição. Não sou detentora da verdade nem de fórmulas, partilho a minha experiência e conclusões até ao momento presente.

A verdadeira fórmula está no Coração de cada um de nós.O que podemos fazer é juntar os ingredientes que nos inspiram, viver experiências, atravessar processos e ir encontrando nisso a nossa verticalidade, a nossa verdade, a nossa integridade, o amor que somos, encontrar esse caminho do coração que apela tanto a nossa presença.

Como nasceu este curso?

A ideia mais consciente de desenhar, criar e facilitar um curso deste género, iniciou-se à cerca de 1 ano atrás, estava eu a atravessar um grande processo de libertação e transformação na minha vida pessoal. Estava a viver aqueles momentos de morte e renascimento que algumas vezes nos visitam ao longo da vida.

Na minha vida identifico já alguns episódios destes, que ciclicamente se manifestam e me empurram do abismo, sei hoje eu, para me libertar do que já não serve, para abraçar uma nova vida, e fundamentalmente para me alinhar com o meu propósito de vida. Estes empurrões que doem e assustam são na verdade para nos (re)colocar no caminho.

São aqueles momentos que nos obrigam a ir às entranhas mais profundas, num contacto direto e genuíno com a sombra, na impossibilidade de fugir do que dói, na única possibilidade de encarar, aceitar e aprender a lidar com o que é naquele momento… São nesses momentos que encontramos em nós a coragem e a força que desconhecíamos, são nesses momentos que a mais pura das criatividades em nós nasce, porque precisamos ser criativos para fazer diferente, para ver de novas perspetivas, para encontrarmos formas de superação e de transformação.

Morrer e renascer dói, dói mas liberta, dói mas cura, dói mas eleva. Hoje olho para trás e vejo a maravilhosa flor de lotus que nasceu no mais escuro dos pântanos. Precisamente por isso coloquei neste artigo a imagem de uma flor de lotus, uma flor que irradia tanta beleza e delicadeza e que só pode existir nascida de pântanos e lodos, uma bela metáfora para a morte e renascimento.

Reconheço e observo, na minha vida e na de outros, este processo… Sei que estes momentos nos convidam também a despertar para o nosso potencial divino. É a vida a alinhar-nos com a nossa proposta de vida, a vida a colocar-nos de volta no caminho, são as chamadas de atenção que precisamos para olhar para o que precisa de atenção e de cuidado em nós… Pois é através dos desafios que aprendemos, que crescemos e que também evoluímos.

Há um ano atrás vivia esse processo e muito recentemente empurrada por um desfecho difícil e doloroso na minha vida, a viver vários lutos em simultâneo, a chama inspiradora do que vamos abordar neste curso ganhou uma força gigantesca. No meu caso particular tenho aprendido a criar a partir da dor. A dor tem dado lugar à superação, o medo tem dado lugar ao amor, através da sombra tenho aprendido a aceitar.

Assumo que este curso nasce em grande parte da escuridão em que muitas vezes mergulho, dos meus desafios de vida, de todas as dificuldades com que me tenho deparado. Mas em igual medida, ele também nasce da Luz em mim, do brilho que encontrei, do diamante que tenho lapidado, dos dons e talentos que tenho descoberto, da criatividade que o meu Ser tem revelado. Das inúmeras bênçãos que tenho na minha vida.

Aceitação e Gratidão têm sido duas práticas constantes na minha vida, através delas equilibro e integro a sombra e a luz em mim, através delas continuo a avançar. E essas virtudes fazem também parte desta construção.

Este curso é um espelho das minhas aprendizagens e vivências, tudo aquilo que aprendi mental, emocional e espiritualmente, seja em cursos, na vida, em relações, em processos… E isso que tenho aprendido pode ser um espelho ao serviço  do nosso caminho, que sinto que nos ajuda a elevar, a cada um de nós.

Partilharei com o grupo o que tenho aprendido e experienciado, e que me tem ajudado a viver cada dia mais alinhada com o meu caminho de vida.

E onde isso me leva?

Tudo isto me tem conduzido à certeza interna que estou cada vez mais alinhada. Sinto essa enorme conexão com a vida, sinto-me cada vez mais plena e feliz, sinto-me cada vez mais centrada e serena perante os desafios. E acredito que parte desse meu caminho é também poder partilhar o que aprendi com os outros. Porque me apaixona mesmo mesmo o contacto humano, as partilhas genuínas, o trabalhar ao serviço a partir da voz do meu coração. Amo comunicar e viver estas experiências, e se o faço é porque também tu, e os outros, estão aqui a cruzar-se com o meu caminho de vida. Obrigada a Ti.

A vida continua a ter desafios, continuo a ter momentos de dor e tristeza, continuo a sentir medo, zanga, raiva e uma série de coisas a que chamamos “más”  ou “feias”. O belo de tudo isto tem sido descobrir esta humanidade que reside em todos nós e aprender a aceitar essa humanidade e vulnerabilidade.

A humildade tem sido também uma grande aprendizagem, desenvolver a humildade de saber que sou única e especial, mas igual a todos os outros,  e que todos os outros são também únicos e especiais, cada um de nós nas suas particularidades. Que ser espiritual é honrar o sermos humanos, que o melhor exemplo que posso dar é ser eu mesma a cada instante, seja o que for que isso seja a cada momento.

Uma coisa eu sei, tudo isto me tem levado a um lugar de cada vez mais Amor em mim, e é lá que quero permanecer cada vez mais.

O que podes esperar de mim e deste curso?

O curso não é o topo da moda, não é o melhor de Portugal, não é exclusivo ou xpto de qualquer coisa, não tem as 10 soluções únicas para a tua vida, eu não sou especialista de nada em concreto, este não é o único nem o melhor curso a falar de propósito de vida, neste curso não há promessas que não se podem garantir, não estou a vender felicidade, nem todas as soluções para a tua vida…

Não te faço promessas de nada que não seja da minha inteira responsabilidade. De mim prometo-te total entrega e dedicação. Vou dar o melhor de mim a cada momento, pedindo sempre a Deus que me guie, e que eu seja um canal, o mais límpido possível, da sua luz e da sua palavra. Quem diz Deus, diz Universo, Vida, Luz, Energia… Não importam os nomes, são todos expressões do mesmo.

Trabalharei ao serviço, com imenso Amor, dedicação, entrega, abertura e generosidade.

Não posso prometer o que te vai acontecer a ti, nem que vais mudar de vida, nem que vais crescer ou evoluir, nem que te vais curar e libertar… Ninguém na sua humildade deve prometer tal coisa a outro. Essa promessa só nós podemos fazer a nós mesmos. Posso antever experiências mas não as posso prometer.

A verdadeira cura e transformação reside no interior de cada um de nós, nenhum médico, terapeuta, amigo, professor, companheiro, etc, nos pode curar… As pessoas, os cursos, as experiências podem inspirar-nos, podem ajudar-nos no processo, podem acompanhar-nos nesses caminhos, mas quem os trilha, quem dá os passos, quem se permite transformar ou não, é cada um de nós. A escolha está em nós!

Somos nós os heróis e heroínas das nossas historias, é uma escolha nossa sê-lo ou não.

Eu sou apenas aquela que observa e que vai facilitar momentos, experiências e partilhas contigo e com o grupo. O que depois irás fazer com isso será da tua inteira responsabilidade e escolha. É essa a tua liberdade, é essa a nossa liberdade – beber das fontes que quisermos e fazermos a nossa magia, permitirmos que a vida aconteça em nós através das nossas decisões.

É importante que tomemos consciência disto, para mim é importante que quem é acompanhado por mim o saiba.

Acredito imenso no potencial de cada um de nós, não desisto de ajudar, não desisto de ninguém, não desisto do amor, procuro sempre sempre ver o melhor no outro, a luz inspiradora. Posso estar lá a dar-te a mão no processo, mas é importante que queiras caminhar, que querias fazer o processo, que aceites honrar o teu próprio caminho.

Como está desenhado o curso?

Tal como já partilhei acima, o curso tem uma estrutura que iremos acompanhar. Mas não há um planeamento rígido, não existe ainda um plano detalhado de cada sessão, o desenho do curso está ainda em aberto, e porquê?

Porque o curso vai ser desenhado para o grupo que nascer, para as pessoas que estarão comigo a iniciar este percurso no dia 08 de Outubro. Ligar-me-ei ao grupo, e a cada uma das pessoas e através delas construirei sessão a sessão, será adaptado ao grupo, a cada pessoa. E só quando o grupo se formar e fechar, poderei com mais clareza projetar cada sessão, para que cada momento possa servir o propósito maior de cada um dos presentes.

Seguirei o fio condutor da estrutura que desenhei, mas flexibilizarei com a minha intuição perante a energia do grupo e de cada momento presente.

Que práticas terapêuticas serão usadas no curso?

O curso é bastante vivencial, onde iremos ter várias abordagens e práticas:

  • Práticas de psicoterapia e terapia transpessoal
  • Constelações sistémicas e familiares
  • Trabalho com imagens mentais, aprender a trabalhar com a visualização criativa
  • Meditação – práticas regulares de meditação, respiração, contemplação, meditação ativa, meditação do coração, trabalho de compaixão
  • Arteterapia
  • Astrologia
  • Movimento corporal e algumas práticas de Yoga
  • Práticas de atenção plena
  • Trabalho energético e intuitivo

No quê e em quem me inspirei?Eu inspiro-me na vida e nas relações humanas que estabeleço… até hoje centenas, ou talvez já milhares, de pessoas me inspiraram, das vidas mais simples às mais complexas, dos contactos mais superficiais aos mais profundos. Tantas pessoas já me inspiraram.

Ao nível destas temáticas e daquilo que estudo e exploro, existem algumas pessoas com saberes muito interessantes e que têm sido para mim uma inspiração, pessoas, personalidades, mestres, que me inspiram imenso com o seu trabalho, que me fazem sonhar, que me fazem mergulhar. E gostava aqui de referenciar alguns desses nomes: Caroline Myss, Dane Rudhyar, Joseph Campbell, Carl Jung, Pema Chodron, Thich Nhat Hanh, Jeffrey Wolf Green, Omraam Mikhaël Aïvanhov,  Nuno Michaels, entre outros.

Talvez tenha esquecido alguém, mas estas pessoas e os seus trabalhos, têm feito parte dos meus estudos e inspirações, e cujos temas de estudo estarão presentes neste curso. Mas há tantas outras personalidades cujas vidas e trabalho me inspiram profundamente. Gratidão a todos eles.

O que esperar destes 9 meses?

Projetei este curso num caminho de 9 meses, que representam o tempo de uma gestação, o tempo muitas vezes necessário a processos de cura, de renovação e de profunda transformação. Gerar dentro de nós, durante 9 meses, experiências, vivências, curas, tomadas de consciência, transformações, para depois renascermos para uma nova consciência de nós mesmos e da vida.

Nestes 9 meses de caminho em conjunto a proposta é percorrermos um caminho trilhado com o coração. Num grupo intimista e familiar, onde o espírito da cooperação, da entreajuda, do sigilo, do cuidado, da atenção, da gentileza e da generosidade estarão na ordem do dia.

Um percurso terapêutico, transformador, curador e libertador. Que sirva o caminho único e especial de cada uma das pessoas, que eleve o melhor de cada um, onde cada um se sinta acolhido, aceite e cuidado na sua própria condição.

No final, acredito que teremos muitas histórias para contar, muitas lágrimas e sorrisos para relembrar. Desejo que cada um de nós sinta que fez o seu percurso no melhor de si, e que eu e todo o grupo, tenhamos sido a força, a inspiração e o apoio para o despertar do potencial divino em cada um de nós.

Sei, sinto, antevejo, que será uma maravilhosa jornada. Desejosa de a iniciar 🙂

Como me posso inscrever?

Para inscrições preenche o seguinte questionário: https://goo.gl/forms/sL3kYe429vwOzZYi2

Entrarei em contacto contigo posteriormente.

Podes também escrever-me para: claudiamachado@claudiamachado.com

Quais as datas e periodicidade do curso?

Início: 08 Outubro 2018

Fim: 30 Junho 2019

Periodicidade das Sessões: 2 sessões por mês, às segundas-feiras

Sendo que em dezembro um dos dias será numa sexta-feira e em junho haverá uma sessão extra de dia completo, num domingo. As datas poderão sofrer alguma pequena alteração, mas sempre com o consentimento do grupo.

Horário das sessões: 19h30 às 22h30 (com exceção da última sessão que será das 10h às 18h no dia 30 de Junho, domingo)

19 sessões na totalidade, num total de 60 horas de formação.

Local: Em Lisboa, no Espaço Amar, situado na Rua Rosa Araújo nº34, 5º andar.
Qual o investimento?

Existem 3 opções:

  • Pagamento Mensal – Mensalidade de 60 euros, que deve ser paga até ao último dia do mês anterior à qual corresponde. Mais 50 euros referentes à inscrição que devem ser pagos com a 1ª mensalidade (Total 590 euros)
  • Pagamento Trimestral – 1º pagamento até 30 de Setembro 220 euros (50 euros de inscrição + 170 euros formação) | 2º pagamento até 30 de Dezembro – 170 euros | 3º pagamento até 30 de Março – 170 euros (Total 560 euros)
  • Pagamento Integral – Para inscrições até 03 de Outubro 2018 (prazo alargado) apenas 490 euros – Referente a 50 euros de inscrição + 440 euros da formação

Caso queiras mais informações ou falar melhor comigo sobre o curso, podemos agendar uma hora para conversar. Envia-me um email e combinamos.

Que vivas cada vez mais alinhad@ com o teu máximo potencial,

Um Abraço, em Amor,

Cláudia

Convido-te a visitares:

>> O meu site: www.claudiamachado.com

>> O meu canal de YouTube, que podes subscrever: https://www.youtube.com/channel/UCOfA156NpTJwBJNPtB5fOfQ

>> Aqui encontras testemunhos sobre o meu trabalho: https://claudiamachado.com/testimonial/

>> A minha página no Facebook: https://www.facebook.com/claudiamachadoastrologia/

>> E se gostas do meu trabalho, e me queres acompanhar mais de perto, podes pedir adesão ao meu grupo no Facebook “Desperta Para O Teu Coração”:https://www.facebook.com/groups/despertaparaoteucoracao/

Colheitas, Gratidão e Equilíbrio – Equinócio de Outono

Uma opinião sobre “Desperta O Teu Potencial Divino”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s