Lua Nova em Capricórnio – Responsabilidade e Compromisso

moon-2261260_1280

Olá,

Espero que te encontres bem!

Esta madrugada, dia 17 de janeiro, cerca das 02:18 (horário para Portugal Continental), tivemos a Lua Nova de Capricórnio.

Esta é a primeira Lua Nova deste novo ano de 2018, é por isso também um acontecimento especial, a oportunidade de semearmos com esta energia, os nossos desejos e objetivos para 2018.

Já tenho partilhado contigo, ao longo de mais de um ano, o meu trabalho com as energias dos ciclos lunares, e pela altura da Lua Nova, é tempo de recolhimento, de silêncio, de introspeção, um momento de acedermos ao feminino em nós, ao útero primordial da vida e podermos dessa forma colocar as nossas mais autênticas sementes, daquilo que desejamos, plantá-las no solo fértil em nós, cobri-las com terra, nutri-las, confiar no processo e sermos pacientes com o germinar, que acontecerá no seu tempo e lugar certos.

Este é um processo simples e fácil de entender, mas sem sempre tão fácil de executar. É muito fácil confundirmos os desejos do nosso ego e da nossa personalidade, com o que são realmente os apelos da nossa Alma, os desejos que refletem a verdade daquilo que precisamos agora, a cada momento das nossas vidas.

E esta tem sido para mim a grande viagem neste trabalho, o ser capaz de me escutar de forma cada vez mais clara, para precisamente compreender melhor aquilo que preciso e quero a cada instante, desde o mais material e básico, até ao mais filosófico e subtil. Tenho feito nesta jornada, essa descoberta e aprendizagem, daquilo que realmente serve o meu caminho no momento presente, e que sementes escolho conscientemente plantar.

Não há formas perfeitas de fazer as coisas, o principal é começar, começarmos todos os meses a conectar-nos com os ciclos lunares e aproveitar essa energia para nos impulsionarmos num cumprimento da nossa Alma. Aproveitarmos essa energia para nos irmos conhecendo cada vez melhor, através da introspeção, do recolhimento, do silêncio, da escuta ativa, e também dos nossos comportamentos, atitudes, ações e decisões que tomamos a cada momento.

Observo com muito mais clareza e rapidez as imensas transformações na minha vida desde que comecei a trabalhar com os ciclos lunares, de forma mais consciente em 2014.

Hoje quis fazer esta introdução e convidar-te também a que possas ler (ou reler) o meu Ritual de Intenções Com a Lua Nova, que te vai ajudar a compreender parte do processo e serve de complemento a este artigo, onde me proponho também a falar um pouco dos temas trazidos por esta Lua Nova em Capricórnio.

Trabalhar com os ciclos lunares implica irmos sabendo e conhecendo que temas cada lunação pode despertar, porque as energias dos diferentes signos ativam processos diferentes quando são tocados, e uma Lua Nova em Capricórnio toca em temas sérios 😉 Mas vamos lá trazer alguma leveza ao que é sério, porque o que é sério não tem de ser necessariamente pesado!

A minha primeira escolha é falar sobre Responsabilidade

Assumirmos a responsabilidade pela nossa vida, pelas nossas escolhas, pelas nossas decisões, pelos nossos comportamentos, pelas nossas atitudes, pelas nossas vontades e também pelos nossos maiores sonhos e desejos, pelos empreendimentos que a nossa Alma deseja ver manifestos nesta vida.

Reflete sobre:

Onde posso assumir maior responsabilidade sobre a minha própria vida?

Que responsabilidades me pertencem, e tenho andado a delegar ou a projetar, inconscientemente, nos outros?

De que formas construtivas, sérias e responsáveis, posso assumir a responsabilidade pelas minhas escolhas, pelas minhas decisões, pelos meus sonhos, em suma, pela Vida que me foi concedida?

Altura de assumirmos Compromissos

Assumir a responsabilidade sobre a nossa própria vida leva-nos a que honremos um compromisso autêntico e leal connosco próprios, sem um sentido e sério compromisso, será mais difícil mantermo-nos focados e determinados quando tomamos decisões.

Boa altura para refletirmos sobre o nosso grau de compromisso. Onde é mais fácil para mim comprometer-me? Onde é mais difícil? O que sinto quando escuto a palavra “compromisso”?

Muitas vezes conotamos o compromisso a algo negativo, mas sem compromisso é mais difícil materializarmos as coisas. E comprometermo-nos verdadeiramente com algo, com alguém, com uma situação, com uma decisão de vida, com uma verdade, não é sinónimo de prisão ou de corte de liberdade, porque se nos comprometermos com a verdade, essa é verdadeira liberdade.

Sempre que somos autênticos, honestos e verdadeiros connosco e com os outros, e assumimos um compromisso connosco mesmo de o sermos, então, isso é um degrau para a liberdade, para a plenitude e para a realização.

Com o que preciso comprometer-me agora na minha vida?

Que compromissos tenho assumido que não aderem à minha verdade?

Que renovação preciso dar nos meus compromissos?

Com que grau de autenticidade me quero comprometer comigo mesm@ e com a minha vida?

 

Objetivos e Metas

Em Capricórnio é uma excelente altura para definirmos com maior clareza os nossos objetivos. Objetivos reais e concretos, estabelecer metas e os passos que queremos dar, dentro da realidade que temos no momento atual.

É sermos realistas perante as nossas circunstâncias, e podemos aproveitar esta energia para colocarmos intenções de sermos capazes de estabelecer objetivos claros e concretos daquilo que queremos concretizar. Podemos mesmo fazer os pedidos desses objetivos, se já forem claros para nós.

Que objetivos preciso redefinir?

Que objetivos tenho para este ano e/ou para as próximas 4 semanas?

Em que me quero focar e trabalhar agora?

O quem mim precisa de foco e atenção plenas?

 

Tempo e Paciência

Capricórnio ensina-nos onde temos de aprender a respeitar o tempo e a cultivarmos a paciência de forma transversal na vida. Num meio ocidental como o nosso, esta é uma das virtudes mais desafiantes a trabalhar, no geral claro, há exceções. Em Capricórnio as coisas tornam-se reais, as ilusões caem, as formas materializam-se, e é onde é possível vermos o que é, pelo que é. Então nesse reconhecimento há que desenvolver a paciência, a sabedoria, fazer amizade com o tempo, saber esperar, saber avançar, com firmeza, com foco e com determinação.

Nesta lua nova posso pedir para ganhar mais poder sobre a gestão do meu tempo. Para ser capaz de implementar novas e mais saudáveis rotinas, que me conduzam aos resultados que procuro alcançar. Posso pedir para ser mais paciente e para saber fluir com o devir da vida. Ser capaz de reconhecer o que é, e de o aceitar. De ver em mim o que é, e o que não é, e deixar ir tudo aquilo que não seja.

Onde, na minha vida, posso aprender melhor a esperar?

Como é a minha relação com o tempo?

Como giro o meu tempo? E de que novas formas quero gerir o meu tempo e energia?

Onde quero cultivar mais paciência e resiliência na minha vida?

 

Concretização e Realidade

Como referi acima, em Capricórnio vemos o que é real, é onde delimitamos as nossas fronteiras, onde construímos as nossas zonas de conforto. E esta noção de terra, de espaço e de segurança, é fundamental para construir bases sólidas para os vários empreendimentos nas nossas vidas, principalmente o empreendimento principal – Nós Mesmos – enquanto Seres divinos numa experiência humana ao serviço do Bem Maior.

Esta é uma altura para encararmos a minha realidade, seja em que área de vida for, e aceitar e delinear como me posso concretizar a cada dia. O que preciso fazer para manifestar novas realidades a cada instante, que me tragam sucesso, que me tragam sentido de dever cumprido, que me preencham com um profundo sentido de realização?

O que quero construir e realizar?

Onde é seguro para mim estar?

Onde é que faço um trabalho bem feito e posso aprofundar?

De que forma posso colocar as minhas competências e talentos ao serviço das minhas atividades e também do meu plano de Alma?

Que pilares preciso reforçar para continuar a escalar a montanha?

Onde preciso agora encarar a realidade na minha vida?

 

Controlo excessivo e Inflexibilidade

Existem também alguns desafios associados a Capricórnio, relacionados com o utilizar de forma disfuncional algumas das suas energias. E se for o nosso caso, então também podemos nesta Lua Nova, reconhecê-lo e pedir para encontrarmos o equilíbrio no uso destas energias.

Alguns desses desafios são: a necessidade excessiva de autocontrolo, e de controlo sobre os outros, este excesso vem do medo de confiar, do medo de delegar, do medo de perder a noção do que é seguro e do espaço que ocupo; falta de alegria e pessimismo, por terem muita noção da realidade, pessoas com estes padrões, sentem muitas vezes falta de alegria porque não cultivam tanto a fé, a confiança, o otimismo; muitas vezes surge também a inflexibilidade, o medo de fazer novas abordagens perante a vida, as autojustificações constantes, a severidade, medo em sair da zona de conforto… Tudo isto, em suma, por muito receio de perdermos as falsas noções de segurança que estabelecemos para nós. Capricórnio delimita essas zonas mas muitas delas são “falsas” pois foram construídas sob falsas premissas que criamos sobre a vida.

Onde preciso abdicar do controlo e autocontrolo?

O que posso delegar mais? Em quem posso permitir-me confiar?

Onde preciso confiar mais, ter mais fé?

Que áreas da minha vida precisam de maior alegria e otimismo?

Que zonas de desconforto preciso enfrentar?

Que falsas noções de segurança tenho andado a construir?

 

O trabalho com a Lua Nova é fantástico e ganha uma outra dimensão quando o fazemos olhando também o nosso mapa de nascimento, pois torna-se bastante enriquecedor percebermos a cada mês que áreas e dimensões da nossa vida estão a ser ativadas e testadas.

Com vista a esse processo eu tenho os meus encontros regulares pela lua nova, momentos em que nos reunimo para uma sessão de partilha sobre as energias lunares, colocamos as nossas intenções, meditamos com a Lua, e expandimos a nossa energia e abertura ao grupo e aos nossos mais íntimos desejos.

Estes encontros são presencialmente em Lisboa, no Espaço Amar, mas podem também ser frequentados online, em direto. Se ainda te quiseres juntar hoje a nós basta enviares-me email para claudiamachado@claudiamachado.com

Recebo as ultimas inscrições até às 16h de hoje (17 janeiro). Depois o próximo encontro de Lua Nova, será na Lua Nova de Aquário a 15 de fevereiro. Podes ver Aqui mais sobre estes eventos.

Ficas então neste artigo com algumas dicas sobre o que podes trabalhar internamente com esta energia da Lua Nova em Capricórnio. Espero que esta informação te seja útil, e que desta forma possas potenciar ainda mais as tuas intenções para este período.

A abordagem neste artigo está bastante resumida e sintetizada, o objetivo foi mesmo resumir para ser mais fácil de entender e de colocar em prática. Para estudos mais aprofundados podes consultar um profissional, ou então bibliografia adequada ao tema.

Desejo-te uma Mágica Lua Nova, e que as tuas Intenções se fortaleçam com a energia da Verdade, da Responsabilidade e do Compromisso, em prol do teu Bem Maior e de tudo o que te rodeia.

Assim Seja,

Com Amor,

Cláudia

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s